Brasil

Brasil

9 de dezembro de 2010

CUIDADO COM O CÂNCER DE PELE!


Tipos de câncer de pele

O câncer de pele é o tipo de câncer mais comum e representa mais da metade dos diagnósticos de câncer. São mais de um milhão de novos casos por ano nos Estados Unidos e cerca de 120 mil novos casos no Brasil. Desse total, cerca de 5% são melanomas, os principais responsáveis por mortes por câncer de pele.


Há dois tipos básicos de câncer de pele, os não-melanoma, geralmente das células basais ou das escamosas, e os melanomas, que têm origem nos melanócitos, as células produtoras de melanina. Na maioria das vezes, melanomas aparecem em pessoas de pele clara, no tronco nos homens, ou, em membros inferiores nas mulheres – embora possam surgir em outras partes do corpo também. Apesar de mais comuns em pessoas de pele clara, negros e seus descendentes não estão livres da doença.


Descoberto em seus estágios iniciais, o melanoma é quase sempre curável. Porém, se diagnosticado tardiamente, tende a se espalhar para outras partes do corpo em um processo chamado metástase. Ele é bem mais raro que os carcinomas baso e espinocelular, mas é uma doença bem mais grave.

É recomendável checar a sua pele pelo menos uma vez por mês usando um espelho. É uma forma de você conhecer o padrão de suas pintas, sardas, verrugas e perceber se ocorrer alguma mudança. Fique atento ao aparecimento de novos sinais na pele, ou crescimento dos que já existem. Pontos da pele que apresentam mudança de cor, forma ou tamanho exigem uma consulta ao médico. Qualquer ferimento, caroço, mancha, marca ou mudança na aparência da pele ou sua textura pode ser sinal de câncer de pele.

Pintas ou sinais normais

Um pinta sem suspeita de malignidade é geralmente marrom ou preta, de coloração uniforme, chata ou levemente elevada em relação ao restante da pele. Pode ser redonda ou oval e costumam ser menores que a borracha da extremidade de um lápis. Elas podem estar na pele já no nascimento ou aparecer depois e são “estáveis”, mantêm tamanho, forma e cor por muitos anos – elas podem clarear nas pessoas idosas.

Pintas ou sinais anormaisAparelhos chamados dermatoscópios, existentes nos consultórios, podem dizer a diferença entre pintas suspeitas ou não, mas existem algumas características que caracterizam as pintas preocupantes. E podem ser classificadas em uma regra chamada ABCD:


- Assimétricas: a metade da pinta não “casa” com a outra metade

- Bordas irregulares: elas são dentadas, chanfradas, com sulcos
- Cor: a coloração não é a mesma em toda pinta, há diferentes tons de marrom, preto e, às vezes, azul,
vermelho ou branco.
- Diâmetro: a pinta tem mais de 0,5 cm (embora médicos diagnostiquem melanomas bem menores)
Alguns melanomas fogem dessa descrição e o melhor é procurar um especialista se você suspeitar de algo diferente.

Em caso de suspeita de melanoma, seu médico irá perguntar quando a mudança em sua pele surgiu, se ela aumentou de tamanho ou mudou de aparência, se alguém mais em sua família teve câncer de pele e sobre a sua exposição aos fatores de risco.


O especialista deverá também observar tamanho, forma, cor, textura da lesão, se ela sangra ou descama. Ele vai checar se há outras manchas e pintas suspeitas e verificar se há inchaço dos linfonodos (gânglios linfáticos), do pescoço, axilas, virilha, que pode indicar que o melanoma se espalhou.


A confirmação ou não do diagnóstico de câncer de pele é feito através de uma biópsia, a retirada de uma amostra de tecido que vai ser analisada ao microscópio. Existem vários tipos de biópsia, sempre feitas com anestesia e a opção vai depender do tamanho da lesão e de sua localização no corpo.


Nos casos de suspeita de melanoma, os especialistas geralmente removem todo tumor durante a biópsia, método chamado biópsia excisional ou biópsia de excisão.


Em alguns casos raros, o melanoma se espalha (metástase) para linfonodos (gânglios linfáticos), pulmões, cérebro ou outros órgãos enquanto a lesão na pele ainda é muito pequena. Quando isso ocorre, o melanoma metastático pode ser confundido com um câncer que teve início nesses órgãos. Por exemplo, descobre-se um câncer que parece ser de pulmão, mas que na verdade é um melanoma que atingiu o pulmão. Nesses casos, as amostras da biópsia são examinadas para ver se trata de melanoma, porque diferentes tipos de câncer exigem diferentes tratamentos.

Não se sabe ao certo o que causa o melanoma, mas há fatores de risco conhecidos associados à doença.



- Exposição prolongada ao sol: expor-se ao sol, principalmente sem proteção de filtros (no mínimo fator 15), favorece o envelhecimento precoce da pele e aumenta enormemente o risco de câncer no futuro.

- Ter pele clara: O risco é bem maior entre pessoas brancas (loiras e ruivas) do que entre as negras – o que não significa que negros não têm câncer de pele, só que é mais raro.


- Ter sofrido grave queimadura de sol: na infância ou adolescência, aumentam o risco de aparecimento da doença mais tarde.


- Já ter tido melanoma: aumenta enormemente o risco de ter outro.


- Pintas: Uma pinta (nevus) é um tumor benigno, mas alguns tipos de pintas aumentam o risco de uma pessoa desenvolver melanoma. Pessoas com muitas pintas, especialmente as grandes, devem consultar um especialista regularmente e ter cuidado redobrado quando expostas ao sol.


- Histórico familiar: cerca de 10% dos pacientes com melanoma têm um parente próximo (pai, mãe, irmãos, filhos) com a doença. Pode ser porque a família tem o hábito de passar muito tempo ao ar livre, porque são todos de pele muito clara ou ambos. Membros dessas famílias devem consultar o especialista regularmente (pelo menos uma vez por ano), aprender a observar a própria pele e ter cuidado redobrado quando expostos ao sol.

O melanoma familial, como é chamado, pode ocorrer também por um defeito hereditário, principalmente quando ocorre mais de um melanoma em um indivíduo ou em parentes de primeiro grau.

- Xeroderma pigmentoso: é uma doença genética rara. Os doentes, também conhecido como “Filhos da Lua” não tem a capacidade de reparar os danos no DNA danificado pela ação dos raios de sol e de algumas fontes de iluminação artificial (emissões de radiação ultra-violeta). Os portadores podem ter vários cânceres de pele, começando já na infância.


- Idade: Melanomas são mais comuns em adultos, mas também podem surgir em pessoas jovens.


- Imunossuprimidos: Pessoas submetidas a transplantes e que tomam drogas para evitar a rejeição do novo órgão correm maior risco de ter melanomas e outros cânceres de pele.


Como evitar a doença:


- Filtro solar e chapéu são as melhores armas para prevenir o câncer de pele. O ideal é evitar o sol, mas, caso vá se expor, que seja antes das 10 horas, ou à tarde, depois das 16 horas, sempre usando filtro solar (fator 15, no mínimo), chapéu e óculos escuros. Use também um protetor labial.


- O cuidado deve ser redobrado com as crianças, porque a exposição exagerada ao sol nos primeiros 20 anos de vida é decisiva para o aparecimento de câncer de pele na meia-idade.


- Uso de filtro solar não vale apenas para a praia, ele deve ser usado no dia-a-dia também, principalmente em áreas do corpo expostas durante passeios, caminhadas, ao fazer exercícios ou em compras ao ar livre.


- A recomendação vale também para aqueles dias de mormaço ou nublados.


- Use óculos escuros – com lentes de boa qualidade. Eles ajudam a proteger a pele delicada da região dos olhos.


Procure um departamento especializado em oncogenética ou oncologia cutânea se:

- Você já teve melanoma
- Se mais de uma pessoa de um lado da sua família tive melanoma
- Você teve melanoma quando jovem
- Você tem um tipo de pinta chamada nevus displásico ou atípico
Há indícios de que algumas famílias com alta incidência de melanoma são portadoras de uma mutação genética.
Nos casos de melanoma, a escolha do tratamento vai depender basicamente da espessura do tumor e de seu estadiamento. Fatores prognósticos relacionados ao tratamento incluem ressecção cirúrgica, mas como não existe um tratamento padrão para os pacientes portadores de metástases disseminadas, a existência de protocolos nos quais esses indivíduos possam ser alocados deve sempre ser verificada.

Excisão simples: melanomas finos podem ser tratados com uma pequena cirurgia para sua remoção. O câncer é retirado juntamente com uma pequena porção de tecido sadio.


Ampliação de margens: se a biópsia retirou uma amostra de tecido e confirmou a existência de melanoma, a pele será retirada e examinada, para verificar se não restou tecido canceroso na região.


Amputação: Se o melanoma estiver nos dedos da mão ou pés, o especialista pode optar pela amputação.


Dissecção de linfonodo ou Linfadenectomia: o especialista vai checar se os gânglios linfáticos próximos ao melanoma foram ou não atingidos pelo câncer, mesmo quando não se apresentam inchados ou endurecidos. Se isso ocorrer, eles são removidos. A remoção dos gânglios pode causar problemas permanentes, entre eles o linfedema. É que os gânglios linfáticos ajudam a drenar fluidos das pernas e braços e sem eles, esses líquidos tendem a se acumular. Por isso, gânglios linfáticos só são removidos se houver a real necessidade. Esta cirurgia pode ser realizada também após a biópsia de linfonodo sentinela. Se houver células cancerosas neste gânglio, os demais nódulos da área são retirados. Se não houver, não há necessidade de remover os demais.


Cirurgia para melanoma metastático: quando o melanoma atinge órgãos distantes, como pulmão, fígado, cérebro, os médicos partem do pressuposto que ele não pode mais ser curado por cirurgia. Mesmo assim, ela pode ser indicada para ajudar o paciente a viver mais ou ter mais qualidade de vida. Em um seleto grupo de pacientes, a cirurgia pode ser considerada curativa, principalmente quando ocorre um tempo razoável (maior que um ano) entre o tratamento do melanoma na pele e o aparecimento de uma ou poucas metástases.


Quimioterapia: é o uso de medicamentos, por via oral ou injetados, para matar células cancerosas em todo o organismo. A quimioterapia é muito útil quando o câncer se espalhou. A quimioterapia mata as células cancerosas, mas também as normais, podendo, eventualmente, produzir alguns efeitos colaterais, entre eles:

- náusea e vômito
- perda de apetite
- feridas na boca
- maior risco de infecções (porque diminui o número de glóbulos brancos)
- risco de sangramento ou hematoma por causa de pequenos cortes ou pancadas
(por causa da redução na quantidade de plaquetas no sangue)
- cansaço (por causa do menor número de glóbulos vermelhos)

A maioria dos sintomas desaparece com o fim do tratamento.

Há vários tipos de quimioterapia que podem ser usados no tratamento do melanoma de estádio IV. Embora ela não funcione tão bem em casos de melanoma quanto em outros tipos de câncer, ela pode melhorar a qualidade de vida e prolongar a vida do paciente.

Imunoterapia: ela ajuda o sistema de defesa do paciente a combater o câncer e pode ser usada em paciente com melanoma avançado:


Imunoterapia: com os interferons, que são substâncias que o organismo produz para combater infecções. Um deles, o interferon-alfa2b, pode ser usado, mas são necessários altas doses e muitos doentes não suportam os efeitos colaterais, que incluem febre, calafrios, dores, fadiga extrema e danos ao fígado e coração. Essa terapia só pode ser conduzida por oncologistas especializados.


Vacina terapêutica: a lógica é semelhante à das vacinas comuns. Células enfraquecidas de melanoma ou substâncias obtidas a partir dessas células são injetadas no paciente para estimular o sistema imunológico a combater as células cancerosas. É difícil “produzir” essas vacinas, que podem ser usadas em pacientes com melanomas em estágio IV. Essa terapia ainda está sendo pesquisada e seus benefícios, avaliados.




Radioterapia: é o tratamento com raios de alta energia que matam as células cancerosas ou fazem o tumor encolher. Ela geralmente não é usada para tratar o melanoma, mas pode ser usada no tratamento do tumor que reaparece, tanto na pele como nos gânglios linfáticos, se ele não pode ser retirado cirurgicamente. Ela também pode ser utilizada para tratar metástases cerebrais ou aliviar dores provocadas por metástases ósseas. Nesses casos, a radioterapia não é usada para curar o câncer, mas para aliviar os sintomas. Tem papel importante também no controle da doença para evitar a volta do tumor após cirurgia de retirada de linfonodos. Em casos especiais em que a probabilidade de o câncer se instalar novamente no local dos gânglios é alta, é possível acrescentar a radioterapia, que diminui o risco deste retorno. Este tratamento, no entanto, cobra um preço – por todos os seus efeitos colaterais - e seu custo e benefício devem ser bem discutidos entre o médico e o paciente.

Bioquimioterapia: esta opção de tratamento é reservada a pacientes jovens e que apresentem condição de desempenho mais preservada. Deve ser apresentada de maneira equilibrada tendo em vista a toxicidade envolvida e a ausência de dados definitivos sobre a eficácia do tratamento.



Estadiamento: Estadiamento é o processo de classificar o quanto o câncer se espalhou e isso determina tanto o tratamento quando as suas chances de recuperação. Os estádios da doença são indicados por algarismos romanos, que vão de zero a IV (4) e quanto maior o número, mais grave a fase da doença.


Há dois tipos de estadiamento para melanomas. O estádio (estágio) clínico, que se baseia nos resultados de exames físicos, biópsia, raios-X, tomografias, e o estádio patológico, que usa todos esses dados mais os obtidos pelas biópsias da pele, dos linfonodos ou outros órgãos.


Quanto mais fino o melanoma, menor o risco de ele se espalhar. A espessura do melanoma também determina a escolha do tratamento. Uma das maneiras de medir a espessura do melanoma é o uso de uma pequena régua especial e o resultado é chamado medida de Breslow.


Outro sistema avalia a profundidade do melanoma em relação às camadas da pele. É o chamado nível de Clark, que usa uma escala de I a V (1 a 5) e descreve quais camadas da pele estão comprometidas pela doença, sendo o I o menor e V o melanoma mais profundo.


Metástases- Uma série de exames podem ser utilizados para verificar se há metástase, se o câncer já se espalhou e que órgãos foram atingidos:

Biópsia Aspirativa com Agulha Fina (BAAF): é utilizada quando se suspeita de metástase do melanoma para pulmão, fígado ou linfonodos. O exame causa pouco desconforto e remove pequenas amostras de tecido para análise.


Biópsia cirúrgica de linfonodo: é a remoção de um nódulo linfático aumentado através de uma pequena incisão. Ela é usada quando se acredita que o melanoma atingiu os gânglios, mas o BAAF não encontra células cancerosas.


Biópsia do linfonodo sentinela: é o método-padrão para saber se o câncer atingiu linfonodos em pacientes com melanoma e quando os linfonodos não parecem clinicamente aumentados. Uma substância radioativa é injetada no melanoma ou na cicatriz da biópsia prévia e uma hora depois os linfonodos são examinados para ver qual deles é o primeiro a drenar a região do melanoma. Durante a cirurgia, novamente uma substância é injetada na lesão, um contraste azul, para que também vá para o primeiro nódulo a receber a drenagem linfática do tumor, que é o chamado linfonodo sentinela. É feita também a biópsia deste linfonodo, chamado sentinela, e encaminhada para estudo anátomo-patológico com cortes seriados, na tentativa de se identificar a presença de micrometástases.


Raios-X: podem ser pedidos para ver se o melanoma atingiu os pulmões.


Tomografia computadorizada: se houver suspeita de que a doença se espalhou para o fígado ou outros órgãos, a equipe médica pode pedir uma tomografia, que nada mais é do que múltiplas imagens de raios-X combinadas por computador, para produzir uma imagem detalhada de várias secções do organismo. O exame demora cerca de 30 minutos, durante os quais o paciente tem de permanecer imóvel sobre uma mesa. Normalmente a tomografia é usada para casos mais preocupantes, como aqueles que tiveram metástase para linfonodos, ou se há algum sintoma que possa indicar uma possível metástase para outros órgãos.


Ressonância magnética (MRI): ele é semelhante à tomografia, mas usa ondas magnéticas e ímãs fortes para produzir uma imagem. É usada principalmente para suspeita de metástases cerebrais.


Tomografia por emissão de pósitrons (PET): PET (Tomografia por Emissão de Pósitrons) é uma técnica de imagem que revela as alterações do metabolismo celular por todo o corpo. Ela permite a detecção precoce de mínimas lesões tumorais ou novos focos da doença. Consiste na injeção de uma pequena quantidade de radiofármaco (glicose marcada pelo material radioativo Flúor 18 FDG), que após sua distribuição pelo corpo, gera informações únicas, que nenhum outro exame de imagens consegue. A CT (Tomografia Computadorizada) utiliza-se dos recursos de Raios-X e tecnologia computacional para produzir imagens diagnósticas detalhadas que determinam, com precisão, a localização e a forma das lesões num determinado órgão. Assim como a tomografia, o PET é indicado para casos mais preocupantes.


SobrevidaA taxa de sobrevida após 5 anos indica a porcentagem de pacientes que vivem pelo menos 5 anos após o diagnóstico. Claro que muitos doentes vivem mais que 5 anos. E este índice não inclui pacientes que morrem por outras causas no período analisado, como enfarte, por exemplo. Esses números representam um panorama geral, mas cada caso é único e as estatísticas não podem prever especificamente o que vai ocorrer em cada caso em particular. Só a equipe que atende o paciente pode tirar as dúvidas relacionadas a chances de cura e sobrevida.

Para mais esclarecimentos, pergunte ao seu médico e veja em seu exame anátomo-patológico.

É recomendável checar a sua pele pelo menos uma vez por mês usando um espelho. É uma forma de você conhecer o padrão de suas pintas, sardas, verrugas e perceber se ocorrer alguma mudança. Fique atento ao aparecimento de novos sinais na pele, ou crescimento dos que já existem. Pontos da pele que apresentam mudança de cor, forma ou tamanho exigem uma consulta ao médico. Qualquer ferimento, caroço, mancha, marca ou mudança na aparência da pele ou sua textura pode ser sinal de câncer de pele.

Fonte: UICC/AJCC 2002 American Joint Commission on Cancer


22 de novembro de 2010

CUIDADOS COM O SISTEMA ESQUELÉTICO


PRÁTICA DE EXERCÍCIOS


A prática regular de exercícios físicos é acompanhada por benefícios que se manifestam sob todos os aspectos do organismo. Do ponto de vista músculo-esquelético, auxilia na melhora da força e do tônus muscular e da flexibilidade, do fortalecimento dos ossos e das articulações. No caso de crianças, pode ajudar no desenvolvimento das habilidades psicomotoras.
O exercício sistematizado pode ter influência positiva no ganho/manutenção da massa óssea, porém, diferentes tipos de exercícios apresentam efeitos diversos no sistema ósseo. Podem-se perceber os diferentes tipos de exercício físico e seus efeitos no sistema ósseo, relacionando a eficiência de alguns exercícios no controle, e verificar sua possível colaboração na prevenção e no tratamento da osteoporose. Apesar de alguns estudos não relacionarem a prática do exercício físico a uma melhora da densidade mineral óssea, grande parte das pesquisas apontam para um pequeno, porém significante, aumento na densidade e qualidade do tecido ósseo, promovido pela ação dos exercícios físicos.


IMPORTÂNCIA DA POSTURA

Pode-se dizer que uma boa postura é aquela que se apresenta em estado de equilíbrio músculo-esquelético, protegendo as estruturas de suporte do corpo contra lesões ou deformidades, que não seja fatigante, que não provoque dor, que seja funcional e esteticamente aceitável.
A postura padrão apresenta as curvaturas normais e os ossos dos membros inferiores ficam em alinhamento ideal para sustentação de peso.
Uma má postura deve-se a uma possível falha estrutural devido à lesão ou doença, à inadequação muscular e fadiga fácil, aos freqüentes esforços ligamentares e a dores devido à insuficiência de apoio muscular e crescimento ósseo anormal em adaptação à posição alterada.
São necessários bons hábitos posturais para evitar as síndromes dolorosas e as disfunções posturais. Os hábitos sedentários, a falta de atividade física, o predomínio da posição sentada, os grandes esforços físicos em atividades profissionais pesadas ou
repetitivas, posturas inadequadas, levam à fraqueza muscular, à frouxidão ligamentar, provocando sobrecargas à coluna, desencadeando um desarranjo biomecânico, resultando em sofrimento tecidual, dor e incapacidade.


Dentre as lesões causadas pela má postura, podem ser citadas as seguintes:

- Hiperlodose; aumento da curvatura lombar;
- Escoliose; desvio lateral da coluna que a transforma em um C ou em um S;
- Cifose; aumento anormal da cavidade posterior da coluna;
- Hérnia de disco e dor;
- Tensão muscular;
- Cervicalgia;
- Enrijecimento das articulações;
- Pescoço rígido
O exercício físico, a restauração da força e da amplitude muscular, dentro de uma concepção de reeducação muscular e postural, é a base fundamental para o controle de dor na coluna vertebral.

CONCLUSÃO :o corpo humano é uma estrutura extremamente complexa, perfeita e dinâmica. Para que funcione em todo seu potencial é necessário que as partes anatômicas e fisiológicas estejam em total harmonia.
Em se tratando do sistema esquelético essa relação é primordial, haja vista que o mesmo não realizaria suas funções se não fosse sua ligação intensa com o tecido ósseo, que de acordo com a necessidade se adapta tomando-se mais forte pelo aumento da deposição de minerais e de fibras colágenas.
Cada osso do corpo humano, seja ele em qualquer fase da vida: infância, adulta e velhice desempenha funções especiais exigindo assim certos cuidados que vão desde postura correta, prevenção de acidentes, prática de atividades físicas até ingestão de alimentos que possuam vitamina D e cálcio, principal mineral que compõe o osso.
Dessa forma, é fundamental um conhecimento mais aprofundado sobre um dos sistemas mais importantes do corpo humano que dentre tantas funções é responsável pela locomoção, para que no futuro não haja privações de atividades simples como lançar uma bola com a mão, andar de bicicleta, pentear o cabelo, escovar os dentes dentre outros, devido simplesmente a uma falta de informação e um melhor conhecimento do próprio corpo.
Exercício físico é uma parte essencial em qualquer programa de perda de peso e deve tornar-se permanente em seu estilo de vida.

Benefícios dos Exercícios Físicos






.Queima de calorias e perda de peso;
• Manutenção da tonificação dos músculos;
• Melhoria na circulação;
• Melhoria nas funções cardíacas e pulmonares;
• Aumento do autocontrole;
• Redução do estresse;
• Aumento da habilidade de concentração;
• Melhoria na aparência;
• Redução da depressão;
• Melhoria na qualidade do sono;
• Prevenção de pressão sangüínea e colesterol altos e diabetes.

Mas para adquirir todos esses benefícios, deve-se ter muita força de vontade, dedicação e paciência, principalmente no início da prática. Porém, o mais importante é adquirir o hábito.
A nossa mente ocidental tende a valorizar mudanças radicais e fórmulas revolucionárias. É mais sensacionalista e pirotécnico. É o tipo de coisa que vira notícia.
Inovação é importante, e, quando ela acontece, realmente o potencial para melhoria é enorme. Mas mudanças repentinas são desconfortáveis e normalmente temos uma enorme resistência a elas, o que geralmente faz com que voltemos aos nossos padrões antigos. Quem já tentou mudar um hábito, ou então é fã das famosas resoluções de fim de ano, sabe que mudar atitudes e hábitos de uma só vez raramente traz resultados duradouros.

Dicas para iniciar a atividade físicaA melhor maneira é progredir em passos pequenos. Assim como você fez para aprender a andar. Passos pequenos o suficiente que passem quase despercebidos e que a chance de fracasso de cada passo individual seja praticamente nula. Deixe-me dar um exemplo:
Você quer se exercitar? Já gastou um dinheirão em uma esteira de caminhada, mas hoje em dia a maior serventia dela é como cabide? Então, ao invés de tentar “revolucionar” e se comprometer a acordar às 5:00 da manhã e se exercitar por 1h até quase desmaiar, faça diferente.
Se comprometa a ficar em pé, parado na esteira, enquanto assiste a seu programa favorito na TV. Ou se isso for sacrifício demais, faça isso somente durante os intervalos, por exemplo. O segredo não é o quão grande é seu passo inicial, mas o comprometimento em sempre dar novos passos, mesmo que minúsculos.
Um segundo passo, por exemplo, poderia ser fazer a mesma coisa, mas agora com roupas próprias para exercício. E nesse caso, já que você está ali, parado, vai ver que talvez comece a andar ou correr antes mesmo de terminar a sua primeira semana.
A princípio parece bobeira ficar parado na esteira sem fazer nada, mas funciona. Em uma semana você já vai fazer algo que estava “tentando” fazer há anos.
Seguem algumas dicas de exercícios:

Exercícios AeróbicosSão os que mais benefícios trazem ao organismo, diminuindo a chance de doenças cardiovasculares e melhorando a qualidade e a expectativa de vida.

Caminhada

É um excelente exercício se você está iniciando as atividades físicas na sua rotina. Dos exercícios aeróbicos, a caminhada é a modalidade que reúne o maior número de vantagens. Todas as pessoas que não apresentam limitações físicas importantes podem caminhar. A caminhada permite ao iniciante começar o seu programa de exercícios com cargas bem leves de trabalho e, com o tempo, ir progredindo lentamente, até atingir a intensidade ideal de treinamento.
O custo dessa atividade física é muito baixo e ela pode ser realizada em praticamente qualquer lugar, como na rua, nos parques, na praia, no campo, em pistas atléticas, ginásios. Ela também promoverá melhorias na saúde, queimará gorduras e trará bem-estar. Para a saúde, é muito melhor caminhar pouco do que não caminhar nada.

Corrida

Para iniciar com essa prática é necessário já estar com um bom condicionamento físico. No começo da atividade, o organismo ainda não está adaptado ao esforço exigido. O coração começa a bater mais forte e as células necessitam de mais oxigênio e nutrientes para funcionar bem. Por isso, nos cansamos muito, e muito rapidamente.
O ideal é respirar lenta e profundamente. Isto permite uma melhor captação e absorção do oxigênio além de evitar um estado ofegante. Inspire em dois tempos pelo nariz e solte o ar no mesmo ritmo pela boca. Não se esqueça de beber água: correr consome água, energia e sais minerais. A corrida é excelente, porque mexe com todos os músculos do nosso corpo: é um exercício bastante completo. E não esqueça que um bom tênis é muito importante para um exercício de qualidade.

Bicicleta

Andar de bicicleta contribui bastante para o bem-estar físico e mental.
Esta atividade é excelente para enrijecer as nádegas e coxas – regiões que estão constantemente em nossa lista de preocupações, por serem propensas ao acúmulo de gordura e à flacidez. Além de queimar muitas calorias, contribui também para o bom funcionamento do sistema cardiovascular.
Para realizar o treino, opte por locais longe da poluição, como parques e ruas tranqüilas. Assim, você estará potencializando os resultados da atividade e acalmando a mente da correria do dia-a-dia.
Antes de iniciar, consulte um médico e realize exames para assegurar que você esteja apto a realizar essa atividade.
Lembre-se que a postura é um segredo para o bom resultado: ajuste o banco de forma que a coluna fique reta, o abdômen contraído, e as pernas flexionadas.

Musculação

A função da musculação não é somente estética. Ela também é essencial para a saúde e o bem-estar. Hoje sabemos, por meio de diversas pesquisas científicas que o treino com pesos aumenta a massa muscular e traz inúmeros benefícios ao organismo como um todo.
Quando praticamos o treino com pesos, adquirimos massa magra. Com mais músculos no corpo, nosso metabolismo fica acelerado e consome mais calorias, mesmo em repouso. Resultado: perdemos peso com mais facilidade. Além disso, o treino de resistência fortalece os ossos, o coração e melhora a postura.
É fundamental a prática de musculação principalmente após os trinta anos – idade em que começa a diminuição de massa magra e que devem ser iniciados os primeiros cuidados para evitar a osteoporose. Entre vários outros cuidados, o treino com pesos ajuda o organismo a fixar o cálcio nos ossos, fortalecendo-os.
A musculação deve ser praticada juntamente com exercícios aeróbicos para que os benefícios sejam completos. Assim, você ganha um corpo mais forte e um coração mais resistente. E um corpo mais forte executa as tarefas diárias com mais disposição, energia e bem-estar.
A recompensa vem em forma de muita saúde, energia e de um corpo muito mais bonito.

Yoga

A prática da yoga está presente na vida de cada vez mais pessoas. Até bem pouco tempo atrás, muito poucos realmente a praticavam.
A yoga é conhecida por proporcionar vários benefícios para o corpo e para a mente.
Os exercícios de yoga são bastante suaves. Eles podem ser praticados sem um grande esforço, sendo perfeitamente adequados para o fim de um dia de trabalho, por exemplo.
Seus efeitos são profundos, poderosos e duradouros. A yoga mantém a coluna saudável e flexível, as articulações lubrificadas e em perfeita mobilidade, os músculos tonificados e elásticos, mas a sua ação é muito mais ampla; pois ela trabalha o sistema energético do ser humano, sistema este que comanda nossa atividade física e mental.
Essa técnica é muito usada pelos orientais, que afirmam ser mais do que uma simples meditação. Ela ajuda a melhorar a respiração, trabalhando diversas posturas e exigindo um esforço concentrado em um músculo especial: o abdômen.
É fundamental trabalhar a região do abdômen para auxiliar na nossa sustentação. Por isso, em uma determinada postura, se o músculo abdominal não estiver enrijecido, a coluna pode dobrar mais do que o corpo permite, o que prejudica a coluna e toda a estrutura óssea.
Dominar o corpo através da mente é o segredo da yoga. Para manter o equilíbrio e conseguir permanecer por um bom tempo na mesma posição, exige-se uma contração incessante da barriga, proporcionando o enrijecimento muscular na região do abdômen.
A yoga ajuda no alívio do stress por meio da meditação, mas o motivo da procura pelas aulas de yoga vem sendo cada vez mais o fortalecimento dos músculos. No primeiro mês em que se pratica o exercício já é possível sentir uma melhora na qualidade de vida.
A yoga utiliza técnicas respiratórias, físicas e de descontração. Porém, a mente nunca está dissociada do corpo: corpo e mente formam um todo indivisível. Designamos por psicofísicas as técnicas em que damos ênfase ao corpo e à mente.
Na yoga, a concentração mental deve ser constante. Para seu desenvolvimento, devem ser utilizadas técnicas apropriadas para aumentar o poder de concentração, a memória e o raciocínio. O controle da respiração, aplicado tanto à captação e distribuição de energia vital pelo corpo, como à descontração física, emocional e mental, é um dos campos mais importantes da prática de yoga.

Alongamento

O alongamento é fundamental para prevenir lesões musculares, pois esquenta e prepara os músculos para a atividade física. Deve ser feito antes e depois dos exercícios.
O alongamento aumenta a flexibilidade muscular, promovendo o estiramento das fibras musculares, aumentando o seu comprimento. Seu principal efeito é o aumento da amplitude dos movimentos possíveis numa determinada articulação. Quanto mais alongado um músculo, maior será a movimentação da articulação comandada por aquele músculo e, portanto, maior a sua flexibilidade. O alongamento consegue esse resultado por aumentar a temperatura da musculatura e por produzir pequenas distensões na camada de tecido conjuntivo que reveste o músculo.



Texto: Especialistas no assunto. Pesquisa web

5 de novembro de 2010

SAIBA COMO RETARDAR SEU ENVELHECIMENTO



Primeiro texto :

A ciência não consegue impedir a velhice, mas se esforça para entender por que algumas pessoas são organicamente mais jovens do que a idade que têm. Em outras palavras, os estudiosos vêm analisando os caminhos que ajudam a atrasar o relógio interno e conservar homens e mulheres saudáveis e jovens por mais tempo. O equilíbrio na alimentação traz benefícios incomensuráveis à nossa saúde física e mental.
Não fumar, malhar sem exageros, dar preferência a alimentos naturais, bem como frutas e verduras orgânicas (sem pesticidas ou adubos químicos), e utilizar técnicas de relaxamento para combater o estresse são medidas eficientes para reduzir a produção dos radicais livres.
Uma das teorias científicas mais aceitas sobre o processo de envelhecimento é a dos famosos radicais livres, substâncias formadas no próprio organismo a partir das relações metabólicas e que prejudicam o desempenho das células, acelerando sua oxidação e seu desgaste. Porém, os radicais também aparecem como resposta ao estresse da vida moderna, ao excesso de atividade física e às agressões do meio ambiente, como poluição, cigarro, exposição demasiada aos raios ultravioletas do sol e contato com pesticidas pulverizados nas lavouras e aditivos alimentares (conservantes, corantes, estabilizantes, acidulantes e toda a parafernália química utilizada pela indústria alimentícia).
A atividade desses minúsculos agressores de células é contraditória: em pequena quantidade são benéficos, auxiliando no combate a infecções; mas se seu número aumenta muito, a vítima passa a ser o próprio organismo que os gerou. O corpo produz antioxidantes para se defender. No entanto, se a produção dos radicais livres é excessiva ou se as células perderam o vigor de quando a pessoa era mais jovem, o organismo não consegue neutralizar essas substâncias e o resultado é o envelhecimento precoce.


 A seguir, dicas valiosas para conseguir um equilíbrio e retardar a ação do tempo!

• Consumir diariamente alimentos antioxidantes, ricos em vitamina A (vegetais de cor amarela, leite e derivados na versão light), vitamina E (óleo de sementes, azeitonas, azeite de oliva, óleo de peixe), vitamina C (frutas cítricas, vegetais de folhas escuras) e em minerais como selênio (frutos do mar, grãos, sementes), magnésio (nozes, castanhas, grãos integrais, frutos do mar) e zinco (cereais integrais, castanhas, mariscos, leguminosas).

• Aumentar para cinco porções diárias o consumo de alimentos funcionais ricos em fotoquímicos e antioxidantes, como os carotenóides (tomate, cenoura, abóbora, espinafre, acelga, frutas cítricas, melão, pêssego), flavonóides (soja, cenoura, frutas cítricas, pepino, tomate, pimentão, berinjela, cereja, framboesa, salsa), licopenos (tomate, pimentão, melancia, cenoura, mamão) e taninos (maçã, manjericão, manjerona, sálvia, uva; caju, manga).


• Reduzir o máximo possível o consumo de itens com alto índice glicêmico (os que contêm açúcar e ou farinha refinados). Isso porque, ao serem metabolizados, estimulam a produção de insulina pelo pâncreas, levando a um aumento na produção de insulina também fazem com que o organismo armazene mais gordura corporal e reduza a queima, favorecendo o aumento de peso.


• Diminuir a ingestão de gordura saturada (de origem animal, como ovos, carnes gordas, leite e laticínios integrais). Prefira sempre as versões lights ou desnatada. Evite também a gordura trans, presente em frituras, margarinas não cremosas, sorvetes, salgadinhos e doces industrializados em geral. Tanto uma quanto a outra, além de estimular a produção de radicais livres, elevam o mau colesterol e podem ocasionar inflamações nas artérias e articulações - o que é uma das causas do aparecimento precoce das doenças crônico-degenerativas, entre elas o mal de Alzheimer, o mal de Parkinson e a artrite reumatóide, sem falar nos problemas cardiovasculares. Escolha alimentos ricos em gordura monoinsaturada, em ômega 3 e ômega 6, como nozes, abacate, azeite de oliva (melhor se for extra virgem), peixes de águas profundas e sementes (ou óleo de sementes, como o de linhaça), que são saudáveis e até ajudam a evitar doenças.


Segundo texto:

Extraído do Programa, “MAIS VOCÊ”

Você sabia que, em 1940, a expectativa de vida do brasileiro era de 42 anos? Hoje ela é de 73 anos. E a previsão, para 2050, é de que seja de 80 anos!
Em 1940, a população mais velha representava 4,1% (1,7 milhões) da população total. Hoje representa 11, 3% (21,5 milhões). Se continuarmos assim, em 2030 é esperado que esse número seja muito maior!
E esse foi o assunto desta sexta-feira do S.O.S Mais Você: longevidade! No palco do Mais Você, doutor Guilherme Furtado disse que a ciência tem comprovado que outros fatores – além da qualidade de vida e da alimentação – também ajudam a retardar o envelhecimento. “A alegria e o otimismo são fatores que ajudam a retardar a velhice. São sete passos que garantem a longevidade: respirar, dormir, dançar, amar, relaxar, se fortalecer e comer”, disse.
O médico mostrou alguns alimentos que possuem grandes quantidades de antioxidantes, que atuam como funcionais e contribuem para a longevidade. São eles:

 Batata doce
Contém beta-caroteno, utilizado pelo nosso organismo para produzir vitamina a, e antioxidante


 Brócolis
Excelente fonte de vitamina c

Boa fonte de vitamina a e de folato
Oferece quantidades significativas de proteínas, cálcio, ferro e outros minerais
Rico em bioflavonóides e outras substâncias que protegem contra o câncer.
Pouco calórico e com alto teor de fibras


Tomate
Contém um pigmento chamado licopeno, que atua como um filtro solar que protege a pele a partir do interior, ajudando-a a manter-se jovem.
Antioxidante: aumenta a capacidade das células para combater os radicais livres
Reduz a incidência de cancro da pele
Reduz o envelhecimento cutâneo.


Açai
Contém 37.5% de boa gordura não saturada. Estas boas gorduras reduzem o sinal de envelhecimento.
Contém bastante ômega 3, 6 e 9, que são as mais importantes.
O ômega 3 reduz inflamações.
O ômega 6 promove melhora da pele e diminui o colesterol ruim, ldl.
O ômega 9 funciona como o azeite de oliva. Promove maleabilidade das células.


Romã
- atua na diminuição do colesterol ruim (ldl) e do colesterol total;
- é um poderoso antioxidante por conter mais de 80 fitoquímicos que ajudam na prevenção contra doenças como diabetes, obesidade, hipertensão, e outras;
- muito importante para prevenir o envelhecimento rápido e ajudar a manter a pele saudável;
- fortalece nosso sistema imunológico e assim previne contra o aparecimento de gripes, viroses e outros;
- atua na diminuição de microorganismos como candida albicans, que leva a candidíase;
- previne contra o câncer e o desenvolvimento das células cancerígenas por diminuir a proliferação de novos vasos sanguíneos que alimentam estas células e por levar a morte das mesmas;

- diminui a inflamação, processo importantíssimo que está relacionado com muitas doenças como obesidade, depressão, hipertensão, diabetes, fibromialgia, doença celíaca e outras variadas

Semente de abóbora
- fonte rica de proteínas, ferro, vitaminas do complexo b, vitamina e fibras.
- contém ainda beta-sitosterol, um antiinflamatório que auxilia no emagrecimento.
- e é indicada para combater a hipertensão, por conta do alto teor de potássio



Arroz negro
É um poderoso antioxidante. Também traz em si um teor de ferro elevado e até ômega-3.
Em cada 100 g do produto encontram-se 4 g de fibras, nutrientes que ajudam no adequado funcionamento do intestino, auxiliam na redução do colesterol sanguíneo e no controle da glicemia, evitando grandes descargas de insulina, além de promover maior saciedade, o que ajuda no controle alimentar.



A uva e o Vinho- contém resveratrol, substância que ajuda a desacelerar o processo de envelhecimento, proporcionar um rejuvenescimento da pele, melhorar os níveis de energia e até mesmo evitar certos tipos de doença.
Doutor Guilherme também conversou com um grupo de homens e mulheres que deseja mudar de vida para envelhecer com saúde. “Trinta por cento do nosso tempo de vida dependem do nosso patrimônio genético. Outros vinte por cento dependem do acaso, de onde nascemos e quanto dinheiro temos. E outros cinquenta por cento dependem das nossas decisões e dos nossos hábitos. 
É aí que podemos interferir e melhorar o nosso futuro, pensem nisso!

11 de outubro de 2010

UM POUCO MAIS SOBRE MIM


Apesar de tudo o que já me aconteceu até aqui, procuro ser feliz e me realizar em tudo o que faço no presente e no futuro.

Não há em mim nem um tipo de complexo ou preconceito.

Nasci na Região de Irecê – Bahia. Moro em Salvador, mas já morei em algumas cidades do interior da Bahia (Irecê, Lençóis, Jacobina e Valença). Foi uma boa experiência, conheci muitas pessoas e regiões diferentes.

Conheço algumas capitais brasileiras: Aracajú, Maceió, Recife, Goiânia, Brasília (Rio de Janeiro e São Paulo, conheço só de passagem).

Durante dois anos (1995 e 1996), morei na Europa, um período na França e outro na Inglaterra. Alguns dias na Espanha (Madrid e Tenerife), uma passagem também por Portugual (Lisboa). Foi esta a melhor de todas as experiências que já vivi, apesar de ter perdido meu querido pai no período.
Em 2004 de ferias, retornei a Inglaterra. Fiquei um mês só passeando e curtindo os lugares, com amigos(Martin, Ana e filhos, Mary, Michael e filhos ( inclusive minha afilhada linda, Thais).

Para mim não existe dinheiro, posição social, status, cultura ou qualquer bem material que supere ter paz, tranquilidade de espírito e muito amor no coração para oferecer ao meu próximo, seja ele quem for.

Sou um ser humano, portanto não aceito ser usada em hipótese nenhuma.

Quando encontro um verdadeiro amigo, é como ter encontrado um tesouro.
Amo-o respeito-o e dedico parte do meu tempo para compartilhar esta felicidade.

Minha família: O inicio(raiz) é essencial! Amo!

Acho que dinheiro não é o principal da vida, só preciso dele para sobreviver (sei que não pode faltar).

Levo pra frente o que me eleva para o alto. Deixo pra trás tudo o que me diminui.
Amo a minha vida e a valorizo, pois ela é única e foi Deus quem me deu!

Tenho lutado por mudanças constantes para viver mais de acordo com a minha essência, desapegando do que está acomodado e obsoleto, para que meus novos propósitos se evoluam.

Desejo aprimorar meus conhecimentos e meu trabalho com responsabilidade, organização, eficiência e fazendo parcerias.

Foco em uma qualidade de vida, adotando novos hábitos e atitudes. Penso no futuro, por isso tenho sempre uma meta a alcançar.

Procuro ter discernimento, clareza e otimismo sempre para lidar com as mais diversas situações, querendo assim, encontrar equilíbrio, ética e harmonia comigo mesma, com o meu próximo, e com DEUS, a razão da vida!


28 de setembro de 2010

Uso da Insulina



Vamos conhecer um pouco mais sobre este medicamento, através da pesquisa a seguir:



Diabetes: orientações para quem usa insulinaA insulina é um hormônio fabricado naturalmente por algumas células localizadas no pâncreas. Pessoas portadoras de Diabetes que necessitam utilizar insulina, o fazem porque seu organismo não a produz ou produz em quantidade insuficiente, necessitando de complementação diária.
A insulina é um MEDICAMENTO!!!
Surgiu para salvar vidas. Antes de sua descoberta, as pessoas afetadas pela diabetes morriam à mingua, sem que se pudesse fazer nada por elas.
Como todo medicamento, a insulina só deve ser utilizada quando prescrita por um médico.
O uso da insulina não cura o Diabetes, pois essa é uma doença crônica, onde a cura ainda não foi descoberta. Assim, ela deve ser administrada todos os dias, às vezes, mais de uma vez ao dia. Sua ação é de redução dos níveis de glicose do sangue, protegendo a pessoa das complicações da doença.
Existem vários tipos de insulina. As mais usadas atualmente são as insulinas humanas tipo NPH, de ação mais lenta e a regular de ação rápida, utilizada para correção da glicemia elevada.
A concentração das insulinas no Brasil vem em U-100, isto é, para cada 1ml correspondem 100 unidades de insulina. Elas se apresentam em frascos de 10 ml, logo, contendo 1000 unidades para utilização em seringas.
Os frascos fechados de insulina devem ser armazenados em geladeira entre 2º a 8ºC, fora da embalagem térmica ou de isopor, longe do congelador, de preferência na gaveta ou próximo a ela, longe da porta também, pois lá não temos como manter uma temperatura adequada.
Uma vez congelada, a insulina perde suas propriedades de tratamento, podendo ser desprezada.
Se a insulina não puder ser guardada em geladeira, procure um lugar fresco, limpo e que não pegue sol diretamente para armazená-la. Ela pode ser mantida em temperatura ambiente, entre 15º e 30ºC.
Uma vez aberto o frasco de insulina, ele deverá ser utilizado no período de 30 dias, por isso, para seu controle, marque a data de abertura no frasco.
Evite transportar o frasco de insulina quando a temperatura ambiente estiver acima de 40ºC e use sempre uma caixa de isopor ou bolsa térmica. Se o transporte for de longa distância, além da embalagem térmica, utilize gelo reciclável separado do frasco de insulina por isolante para evitar seu congelamento. Nunca utiliza gelo seco.

Para a aplicação da insulina:
• Inicialmente, lave suas mãos cuidadosamente;
• Retire o frasco de insulina da geladeira de 10 a 20 minutos antes, pois a insulina gelada causa dor e irritação após a aplicação;
• Separe todo o material que irá utilizar: seringa, agulhas, algodão e álcool 70%;
• Gire o frasco de insulina leitosa (NPH) com movimentos suaves das mãos, sem agitar, pois o excesso de agitação também torna a substância inútil. Ela não deve espumar;
• A insulina transparente (Regular) não necessita de homogeneização prévia;
• Promova a desinfecção da tampa emborrachada do frasco de insulina com algodão embebido em álcool 70%;
• Pegue a seringa de insulina e puxe o êmbolo até a graduação correspondente à dose prescrita, tomando o cuidado de não tocar na parte interna do êmbolo;
• Retire o protetor da agulha e injete o ar dentro do frasco até o final. A introdução de ar no frasco facilita a aspiração e ajuda na retirada correta da dose de insulina;
• Sem retirar a seringa vire o frasco de cabeça para baixo e puxe o êmbolo até a dose prescrita. Se bolhas de ar aparecerem, dê pequenos golpes na seringa com as pontas dos dedos. Quando as bolhas saírem confira se a quantidade de insulina aspirada é a prescrita e, se necessário, corrija;
• Retire a seringa com a agulha do frasco e proteja-as, preparando-se para a aplicação.
Locais de aplicação de insulina:
Face anterior e lateral externa da coxa, face posterior do braço, quadrante superior lateral externo das nádegas e regiões lateral direita e esquerda do abdome, de 4 a 6 cm distante da cicatriz umbilical como na figura:
É muito importante fazer o rodízio do local de aplicação visando a melhor absorção da insulina e a prevenção de complicações como a lipodistrofia.

Deve-se organizar as aplicações por região escolhida, explorando uma determinada área até que se esgote as possibilidades de aplicação, respeitando-se o intervalo de 2 cm entre aplicações em um mesmo local.
A aplicação feita no abdome é a de maior velocidade de absorção, seguida dos braços, coxas e nádegas.
Não é aconselhável realizar a aplicação de insulina logo após a prática esportiva, pois o fluxo sanguíneo está aumentado, o que aumenta a velocidade de absorção.
Técnica de aplicação de insulina:
• Com as mãos limpas e a insulina já preparada, limpe o local escolhido para aplicação com algodão;
• Faça uma prega cutânea na pele do local escolhido e introduza a agulha em ângulo de 90 graus soltando a prega logo após;
• Injete a insulina delicadamente e retire a agulha da pele.
O descarte da seringa e agulha não deve ser feito no lixo normal, pois pode machucar quem recolhe e manipula o lixo.
Arrume uma garrafa plástica usada (a melhor é a de água sanitária) e vá descartando ali suas agulhas e seringas. Quando a garrafa estiver cheia, tampe-a e leve ao posto de saúde mais próximo de sua casa para que eles possam descartar no local apropriado.
Seringas e agulhas descartáveis de insulina podem ser reutilizadas em nível doméstico, desde que guardados alguns cuidados como a higiene das mãos e a proteção da agulha com sua capa própria.
Cuidado para não se machucar na hora de re-encapar a agulha. Se você estiver fazendo a insulina em alguém, peça para a própria pessoa re-encapar a agulha.
O Ministério da Saúde considera possível a reutilização das seringas pela mesma pessoa até oito aplicações em ambiente doméstico. Em caso de hospitais, unidades e postos de saúde exija sempre uso único de seringas e agulhas.
Em casa, as seringas e agulhas podem ser guardadas em local limpo á temperatura ambiente ou junto com a insulina na geladeira.
Na reutilização da agulha, não é necessária a limpeza com álcool, pois este retira a camada de silicone da agulha, o que torna a aplicação mais dolorosa.
Para quem usa canetas para aplicar insulina:
• Prepare a insulina e os materiais como já descrito acima;
• Retirar a tampa da caneta;
• Separe a caneta em duas partes (corpo e parte mecânica);
• Gire o parafuso interno até ficar completamente dentro da parte mecânica;
• Acomode o refil de insulina no corpo da caneta;
• Recoloque a parte mecânica ao corpo da caneta;
• Conecte a agulha na caneta;
• Selecione 2 unidades e pressione completamente o botão injetor. Repita a operação até o aparecimento de uma gota de insulina na ponta da agulha;
• Selecione o número de unidades de insulina necessárias;
• Introduza a agulha no subcutâneo;
• Pressione o botão injetor;
• Após a administração, aguarde 5 segundos antes de retirar a agulha;
• Retire a agulha e pressione o local por mais 5 segundos;
• Retire e descarte a agulha utilizada;
• Recoloque a tampa da caneta;
• Guarde a caneta em uso em temperatura ambiente (nunca poderá ser guardada no refrigerador)
Abaixo você assiste a um filme de aproximadamente 14 minutos sobre a aplicação de insulina, apresentado pelo Dr. Walter Minicucci.
A produção é uma iniciativa da Editora Lua.
http://www.youtube.com/watch?v=YBS_B9I8W54

Dicas úteis no uso da insulina.

Como a insulina deve ser armazenada ? A insulina pode ser armazenada em temperatura ambiente. Ela permanece em boas condições por 30 dias em um lugar frio e seco (2,5°C - 30°C). Ampolas não abertas de insulina devem ser armazenadas em geladeira e são válidas até a data de validade da caixa. Uma vez aberta, a ampola de insulina mantida em geladeira é válida por três meses ou um mês se estiver fora da geladeira.


Quando a insulina se torna "ruim" ? Não utilize a insulina Regular se ela se tornar turva e/ou expirar a validade. Não use a insulina NPH ou Lenta se ela cristalizar ou aparecerem depósitos na parte inferior da ampola, se ela congelar, ou se expirar a validade.


O que acontece se eu trocar a minha insulina ? Mudanças no tipo e/ou fonte da espécie podem resultar na necessidade de uma alteração na dose. Qualquer alteração de insulina deve ser feita apenas sob supervisão médica.

E sobre misturar insulinas ? Regular e NPH - injetar imediatamente após a mistura. Regular e Lenta - injetar imediatamente após a mistura, evite misturar e guardar para uso posterior. Regular e Ultra Lenta - misture e injete em até 5 minutos ou aplique em duas injeções diferentes. Seja coerente em sua escolha.


Como eu jogo fora as seringas ? Jogue fora imediatamente após o uso em um recipiente opaco, resistente a perfuração e durol. As seringas não devem ser reembaladas antes de serem jogadas fora. Não existe a necessidade de se quebrar a agulha após o uso e não é recomendado, mas se desejar fazê-lo, você deve utilizar um aparelho específico que pode ser comprado em farmácias. Quando o recipiente estiver quase cheio, ele deve ser coberto, lacrado e jogado fora conforme normas de despejo de material hospitalar.


Eu posso reutilizar as seringas ? As seringas devem ser utilizadas apenas uma vez, por causa da esterilização e a seringa reutilizada não é garantida. Entretanto, para alguns esse procedimento parece ser seguro e prático. Se na opinião de seu médico a múltipla utilização da seringa é aceitável, ele não deve durar mais que um dia e os seguintes procedimentos devem ser tomados: Armazene a seringa em temperatura ambiente. Coloque o protetor da agulha quando não estiver usando. Não embeba a agulha no álcool. Mantenha a seringa seca e limpa. Sopre a seringa com ar para evitar que a agulha entupa. Jogue fora se a agulha entortar ou encostar em outra superfície que não a pele. Certifique-se que a região em torno do local da aplicação não possui nenhum tipo de irritação ou infecção.
---------------------------------------------------------------------------

O uso de insulina pode causar hipoglicemia. Em terapias que visam a redução abrupta da glicemia ou injetar uma dose e não se alimentar.
A hipoglicemia causa :
Tremores, ansiedade, nervosismo
Palpitações, taquicardia
Sudorese, calor
Palidez, frio, languidez
Pupilas dilatadas
Fome, borborigma ("ronco" na barriga)
Náusea, vômito, desconforto abdominal
Atividade mental anormal, prejuízo do julgamento
Indisposição não específica, ansiedade, alteração no humor, depressão, choro, medo de morrer
Negativismo, irritabilidade, agressividade, fúria
Mudança na personalidade, labilidade emocional
Cansaço, fraqueza, apatia, letargia, sono, sonho diurno
Confusão, amnésia, tontura, delírio
Olhar fixo, visão embaçada, visão dupla
Atos automáticos
Dificuldade de fala, engolir as palavras
Ataxia, descoordenação, às vezes confundido com embriaguez
Déficit motor, parálise, hemiparesia
Parestesia, dor de cabeça
Estupor, coma, respiração difícil
Convulsão focal ou generalizada
----------------------------------------------------------------------------------
A insulina é uma importante aliada de sua saúde.
Conhecer um pouco mais sobre ela e tirar vantagens desse conhecimento, colocando-o em prática no seu dia-a-dia, contribui para sua auto-suficiência e qualidade de vida.
Insulina é um hormônio necessário ao metabolismo normal de carboidratos, proteínas e gorduras.
A insulina é obtida por extração em pâncreas bovino e suíno ou produzida quimicamente, idêntica à insulina humana, por tecnologia do DNA recombinante, por modificação química da insulina suína. Análogos de insulina são desenvolvidos pela mudança da seqüência de aminoácidos na molécula de insulina.
A insulina é disponível nos tipos de ação rápida, curta, intermediária e longa, que podem ser aplicadas separadamente ou misturada na mesma seringa. Insulina Regular é de curta ação. Insulina Lenta e NPH são intermediárias. Insulina Glargina e Ultralenta, são de longa ação.
Existem preparações que misturam proporcionalmente quantidades predeterminadas de insulina de ação intermediária e de curta ou rápida ação (ex. 70% NPH / 30% regular).
Diferentes tipos e espécies de insulina têm propriedades farmacológicas diferentes. A mudança de espécie de insulina em farmácia ou posto de saúde não deve ser feita sem prescrição de um médico, e deve ser informado ao paciente que tipo de mudança está sendo feita.
Estocagem. A insulina em uso deve ser mantida em temperatura ambiente, para limitar irritação no local da injeção, o que pode ocorrer se a insulina estiver fria. Já os frascos que não estiverem em uso devem permanecer refrigerados, evitando-se temperaturas menores que 22º C ou maiores que 30º C.
Recomenda-se que o paciente inspecione o frasco antes de cada aplicação para verificar mudanças físicas (congelamento, precipitação ou mudança na clareza ou cor). Exame visual deve mostrar que as insulinas rápidas e de curta duração, assim como a Glargina, são claras e transparentes, e os outros tipos, uniformemente turvos (cor de água de arroz).
Seringas. Devem ser utilizadas seringas com graduação para unidades de insulina.
As seringas para insulina possuem capacidade para 0,3; 0,5 e 1 ml; que aplicam até 30; 50 e 100 unidades, respectivamente.
As seringas nunca devem ser utilizadas por duas ou mais pessoas, pelo risco de transmitir doenças (ex. AIDS). Ao se viajar para outro país, leve estoque de seringas, que podem não ser encontradas no país de destino.
Reutilização. Um item importante a ser lembrado, quando se pensa em reutilizar seringas e agulhas, é a possibilidade de não se ter garantida a esterilidade. A maioria das insulinas tem aditivos bacteriostáticos que inibem o crescimento das bactérias comumente encontradas na pele. Portanto esta reutilização pode levar a um maior risco de infecção, em especial para alguns indivíduos.
Alternativas à seringa. Vários tipos de aparelhos parecidos com canetas estão disponíveis no mercado, dentro dos quais se colocam frascos especiais de insulina, para ser administrada através de agulhas especiais.
Em muitos pacientes estes aparelhos têm demonstrado melhor acerto nas aplicações de insulina e na aderência ao tratamento.
________________________________________
COMO CONSERVAR E TRANSPORTAR SUA INSULINA
Para garantir as propriedades da insulina é necessário que o transporte e o armazenamento seja feito de maneira adequada. Veja as orientações abaixo:
Transporte
Por até 7 dias é permitido transportar insulina sem refrigeração, seguindo as recomendações abaixo:
• Não expor a temperaturas acima de 40ºC;
• Nunca expor diretamente ao sol;
• Preferir transporte noturno;
• Nunca congelar;
• Não transportar com gelo seco;
• Não deixar o veículo estacionado ao sol;
• Colocar na geladeira, logo que chegar ao destino;
Em viagem
• Transportar em caixa de isopor ou bolsa térmica (não colocar gelo);
• Se não tiver isopor ou bolsa térmica, leve a insulina junta a você, onde não receba luz solar;
• A insulina que está em uso deverá ficar no lugar mais fresco da casa, em temperatura ambiente (entre 15º a 30ºC).
Em casa
• Não congelar;
• Não expor à luz solar:
• Não expor à temperaturas altas (ex. 40ºC);
• Armazenar na geladeira (porta ou parte inferior) em temperatura entre 2º e 8ºC.


Fonte: Alguns sites da wrb.


-----------------------------------------------------------------------------------
INSULINA INALÁVEL. VEJA QUE INTERESSANTE:

Insulina Inalável – Já é uma realidade?
A resposta por mais surpreendente que pareça, é sim. Entretanto, não é possível adquirí-la em uma farmácia, associação de diabetes ou loja especializada, pois a Insulina Inalada ainda está em fase de teste.
Diferente do que normalmente ouvimos sobre suprimentos para diabetes que estão em fase de teste, que ninguém nunca viu, poucos têm alguma informação confiável e que aparecerão no mercado em 10 ou 20 anos, a Insulina Inalada já está em fase final de testes e muitas pessoas já estão usando, dentro de protocolos de pesquisa.
No Brasil, a Insulina Inalada que está sendo testada é a EXUBERA, a qual já estou usando há aproximadamente 6 meses. Os investimentos em Insulina Inalada pelo mundo são muito grandes e já existem, pelo menos, quatro diferentes marcas sendo testadas, que são as seguintes:
EXUBERA – Insulina inalada em pó, desenvolvida pela Aventis, Pfizer Pharma em cooperação com a Inhale Therapeutics System.
AERx – Insulina humana líquida em aerosol, desenvolvida pela Novo Nordisk e Aradigm Corporation.
AIR – Droga com tecnologia de dispersão pulmonar, desenvolvida pela Eli Lilly e Alkermes.
AERODOSE – Micropartículas secas dispersas por um sistema de cartuchos, desenvolvida pela Aerogen, Disetronic e Pharmaceutical Discovery.

Decepcionando a expectativa de muitos, a Insulina Inalada não substitui todas as aplicações de insulina, porque esse tipo de insulina é de ação exclusivamente ultra-rápida, como a lispro ou aspart, obrigando seus usuários a continuarem se aplicando a insulina de ação lenta ou basal (NPH, L, U).

Insulinas inaláveis de ação lenta ainda estão em fase de testes mais atrasados. De qualquer forma, para quem prefere evitar algumas aplicações, a Insulina Inalada acaba sendo uma boa opção.

Contudo, o uso dessa insulina não é para qualquer um. Para participar do protocolo de pesquisa é necessário passar por uma série de testes, como o de capacidade pulmonar. Assim, quem tem uma baixa capacidade pulmonar não pode utilizar esse tipo de insulina.

Uma dúvida muito freqüente, também, é a forma de inalação. A Insulina Inalada não é aspirada por via nasal e, sim, por via oral. Quanto aos efeitos colaterais, posso dizer que no meu caso, ao começar a usar essa insulina, como deve ocorrer com a maioria, houve algum incômodo, como: tosses ao inalar e dificuldade de inalar quantidades um pouco maiores. Porém, depois de um mês meu organismo já estava totalmente adaptado e aceitando a inalação sem incômodos.

Mas então, por que a Insulina Inalada ainda não está sendo comercializada? Diversos testes por todo o mundo já foram realizados, o que nos deixa mais tranqüilos em fazer parte do protocolo, e não houveram intercorrências graves descritas.

Contudo, para a aprovação final, está sendo realizado este teste em diversos países do mundo, durante dois anos, para certificar, de uma vez por todas, que o uso prolongado da Insulina Inalada é seguro.

Assim, ficamos aguardando e torcendo para que em breve essa nova possibilidade de tratamento do diabetes seja aprovada e esteja disponível para todos.

Fonte: Jornal da ADJ
www.adj.org.br
Colaboração: Mark Thomaz Ugliara Barone (Diretoria Jovem da ADJ)


---------------------------------------------------------------------------------------------

Aqui está uma receita deliciosa indicada também para quem é diabético, experimente! foi enviada por NOURA

BOLO DE BANANA SEM AÇUCAR E SEM FARINHA.

* 4 bananas prata ou nanica bem maduras (quase a ponto de estragar mesmo, tem que ser bem madurinha)
* 1/2 xícara de uvas passas sem caroço
* 3 ovos
* menos que 1/2 xícara de óleo
* 2 xícaras de aveia ( pode ser em grãos finos ou grossos)
* 2 colheres (sopa) de fermento em pó

Bater no liquidificador as bananas, a uva passa, os ovos e o óleo. Numa tigela colocar essa mistura e acrescentar a aveia e o fermento mexendo bem devagar. Untar uma fôrma e levar ao forno por 20 minutos.

O bolo fica bem docinho por causa das bananas bem maduras e da uva passa, por isso não é necessário açúcar, nem adoçante. E para eliminarmos esse carboidrato simples que é a farinha de trigo, substituímos por aveia que contém fibras, é muito mais nutritiva e o melhor: não engorda

21 de setembro de 2010

MEL DE ABELHAS




O mel é a uma substância viscosa, aromática e açucarada obtida a partir do néctar das flores que as abelhas melificam.
Seu aroma, paladar, coloração, viscosidade e propriedades medicinais estão diretamente relacionadas com a fonte de néctar que o originou e também com a espécie de abelha que o produziu.
O néctar é transportado para a colméia, onde irá sofrer mudanças em sua concentração e composição química, para então ser armazenado nos alvéolos. Entretanto, mesmo durante o seu transporte para a colméia, secreções de várias glândulas, principalmente das glândulas hipofaringeanas, são acrescentadas, introduzindo aos materiais originais enzimas como a invertase. A enzima invertase adicionada pelas abelhas transforma 3/4 da sacarose inicial do néctar coletado nos açúcares invertidos glicose e frutose, ao mesmo tempo, que açúcares superiores são sintetizados, não sendo presentes no material vegetal original. Sua ação é contínua até que o "amadurecimento" total do mel ocorra.


Propriedades terapêuticas
Esse item tem a finalidade de informar sobre as diversas pesquisas que já foram e que vêm sendo desenvolvidas a respeito da utilização do mel com fins terapêuticos. Entretanto, qualquer produto ou substância que seja utilizada para fins curativos deve ter o devido consentimento médico.
A utilização dos produtos das abelhas com fins terapêuticos é denominada APITERAPIA, que vem-se desenvolvendo consideravelmente nos últimos anos, com a realização de inúmeros trabalhos científicos, cujos efeitos benéficos à saúde humana têm sido considerados por um número cada vez maior de profissionais da saúde. Países como a Alemanha já a adotaram como prática oficial na sua rede pública de saúde.
Especificamente ao mel, atribuem-se várias propriedades medicinais, além de sua qualidade como alimento. Apesar de o homem fazer uso do mel para fins terapêuticos desde tempos remotos, sua utilização como um alimento único, de características especiais, deveria ser o principal atrativo para o seu consumo.
Infelizmente, a população brasileira, de maneira geral, não o encara dessa forma, considerando-o mais como um medicamento do que como alimento, passando a consumi-lo apenas nas épocas mais frias do ano, quando ocorre um aumento de casos patológicos relacionados aos problemas respiratórios. No Brasil seu consumo como alimento ainda é muito baixo (aproximadamente 300 g/habitante/ano), principalmente ao se comparar com países como os Estados Unidos e os da Comunidade Européia e África, que podem chegar a mais de 1kg/ano por habitante.




A cristalização do mel (popularmente chamado de mel “açucarado”) é uma garantia da pureza do mesmo, podendo ser utilizado desse modo sem perda de nenhum dos seus benefícios; todo mel é originalmente liquido, mas devido à alta concentração de glicose e frutose diluído em 18% ou 20% de água a tendência é esses açucares se concentrarem formando uma pasta ou ate se solidificando totalmente e a baixa temperatura favorece o processo, para torná-lo liquido basta aquecer em banho Maria a no Maximo 40° . a maneira mais correta de se certificar da pureza do mel é com análise laboratorial, que irá identificar se o mesmo foi fraudado com adição de açúcar de cana ou outros.
O mel de abelhas sempre foi considerado um alimento dos mais completos e nutritivos que a humanidade tem noção. É constituído por: vitaminas B, B1, B2, B5, B6, BC, etc; sais minerais: cálcio, fósforo, enxofre, potássio, cloro, sódio, magnésio, ferro, manganês, cobre, silício, bório, nitrogênio, e outros presentes em pequenas quantidades; ácidos: málico, cítrico, fórmico, tânico, cúprico, oxálico, fosfórico, bútrico, acético, láctico, valerânico, e propiônio e outros elementos.
O mel possui, portanto, uma propriedade grandemente EMBELEZADORA já que, se o aplicarmos regularmente sobre o rosto, ele pode reafirmar a pele e prevenir as RUGAS, tornando mais suave a pele seca. Aplique uma máscara de mel sobre o rosto e pescoço, duas vezes por semana, deixando atuar durante quinze minutos, no mínimo. Depois, retire com uma toalha úmida e verá os resultados.



Texto:Por Eduardo Passos da Silva(Apicultor)

14 de setembro de 2010

PÓLEN





O pólen 
é de fundamental 
 é a parte masculina do sistema reprodutivo das flores que com ele fazem a fecundação e a geração de frutos, que por sua vez são sementes para gerar novas plantas e novas flores e novos frutos e perpetuar o ciclo da vida e para contribuir nesse ciclo as plantas necessitam realizar uma fecundação cruzada, ou seja o pólen da flor de uma planta fecundada com a flor de outra planta, há a necessidade do vento, dos pássaros e principalmente dos insetos e em especial das abelhas fazendo uma parceria perfeita, pois as flores oferecem o néctar para atrair os polinizadores que no caso das abelhas o utiliza para fazer mel que é sua fonte de energia e nesse mesmo processo coletam o pólen para na colmeia junto com o mel formar o “pão da abelha” que é a mistura de pólen e mel reunindo a energia do mel com a proteína, vitamina aminoácidos e demais qualidades inerentes ao pólen, “pão” este que é o alimento das abelhas a partir de seu terceiro dia de desenvolvimento ainda no favo de cria e após o nascimento por toda sua vida.
O pólen tem uma grande quantidade de proteína (cerca de 35%) na sua composição, pelo que pode ser um bom complemento para quem tem uma alimentação vegetariana ou macrobiótica. Contém ainda uma grande variedade de aminoácidos, entre os quais se destacam: Triptofano, Metionina, Histidina, Leutina, Isoleudna, Treonina, Fanilalanina; contém igualmente Acido glutâmico, Arginina, Cistína, Lisína, etc.

Segundo pesquisadores do Royal Society of Naturalists, várias gerações de camundongos, que viveram exclusivamente do pólen das abelhas e água, jamais apresentaram sintoma algum de carência ou disfunção, mas sim um grande aumento de fertilidade e desenvolvimento corpóreo.
De acordo com Aschenasy Leru, do Centro Nacional de Pesquisa Científica da França, sua concentração de aminoácidos é de cinco a sete vezes superior ao bife, ovos ou queijos.
Para Schmidt e Buchmann (1992) essa superioridade nutricional é constada não só em
relação ao bife e feijões, chegando a ter até dez vezes mais tiamina (vitamina B1) e
riboflavina (vitamina B2), mas também à galinha, pão integral, maçã, repolho e tomate crus. 35g de pólen por dia suprem as necessidades proteicas de uma pessoa.


O pólen é um verdadeiro tesouro enzimático de mais de 5.000 enzimas e coenzimas
- moléculas proteicas, sem as quais a vida seria inoperante, por serem fundamentais ao bom funcionamento do organismo.
O pólen contém uma quantidade considerável de rutina, e que confere ao pólen uma das mais preciosas virtudes, o combate à fragilidade capilar. Com efeito, a rutina reforça a parede dos vasos sanguíneos, e é incorporada em suplementos alimentares e produtos farmacêuticos destinados ao tratamento da fragilidade vascular.
O Pólen é bastante rico em vitaminas tendo na sua constituição betacaroteno (provitamina A), e a maior parte das vitaminas do complexo B (B1, B2, B5 ou PP, B6, etc…) e as vitaminas C, D, E e P.
Encontram-se ainda no pólen fermentos, que ajudam à digestão dos açúcares atuando sobre a utilização dos fosfatos pelo organismo; do mesmo modo, o pólen contém ainda substâncias hormonais, em que algumas são fatores de crescimento e outras estimulantes endócrinos.
Uma das principais qualidades do pólen é a sua contribuição na estabilização do equilíbrio nervoso. É recomendado para a astenia, ou neurastenia, depressão e esgotamento, fadiga nervosa e intelectual.
O pólen atua no sentido da estabilização do equilíbrio e da harmonia. Assim, pode ser utilizado, ao mesmo tempo, contra o emagrecimento e no tratamento da obesidade; este fato deve-se, sem dúvida, à sua influência sobre o sistema glandular.
Esta ação harmonizadora nota-se igualmente na regularização das funções intestinais; o pólen actua de uma forma tão eficaz em relação à prisão de ventre, como em casos de diarreia. Graças à sua atividade bacteriostática (especialmente em presença do colibacilo), o pólen é ainda um protetor da flora intestinal, opondo-se as putrefação (entre outros, nos casos de colite).
O pólen é também um elemento protetor, que se opõe ao desenvolvimento de certas variedades microbianas. Estimula as funções gástricas (com efeitos favoráveis sobre o apetite, a digestão e as evacuações). Contribui para a regeneração do sangue, especialmente no aumento da taxa de hemoglobina; assim, pode utilizar-se o pólen com bons resultados em casos de anemia, enfraquecimento e excesso de fadiga.


MODO DE USAR :


* Como preventivo e complemento alimentar : Tomar uma colher de sobremesa pela manhã e outra a noite .
* Para coadjuvante nos tratamento de algum distúrbio : Tomar 03 colheres de sobremesa ao dia de preferência com as principais refeições .
* Para facilitar seu uso e também seu sabor indicamos fazer um composto de mel com pólen a 20% e tomar deste composto como adoçante
Pode ser usado em associação com outros alimentos como c/ cereais , sucos , vitaminas, leite ou saladas .
USO EXTERNO- Tratamento de peles secas e com tendência a escamar .
USO : extrato glicólico de pólen de 3 a 6% em base de creme própria para este tipo de pele.

- Tratamento de cabelos secos, quebradiços e com tinturas.

USO: extrato glicólico de pólen de 3 a 6% em base de shampoo ou condicionador

OBS: Para melhor efeito o paciente deve fazer o uso do pólen em sua alimentação
Devido sua composição observa uma melhora visível da sedosidade da pele e brilho dos cabelos.

* Pólen in Natura, pode ser misturado em saladas, café da manhã, etc. Por apresentar sabor agradável, muitas pessoas utilizam desta forma.

Uma chamada de atenção, o pólen tem pouca resistência à umidade, e por isso deve ser conservado num frasco de boca larga hermético.


EDUARDO PASSOS DA SILVA
Apicultor

3 de setembro de 2010

O ABACATE

TEXTO (01)
PROPRIEDADES:


Segundo estudos feitos no México, maior produtor da fruta, ficou comprovado que as mulheres diabéticas que seguiram uma dieta à base de abacate, durante quatro semanas seguidas, obtiveram a redução do colesterol e da glicemia. Elas eram subordinadas à utilização da insulina.

* Contém açúcar, fitosterol, lecitina, tanino e ácido oléico, linoléico e palmítico.
* A metade de um abacate, com 110 gramas, fornece 162 calorias e mais proteína do que qualquer outra fruta – cerca de 2g e, nesta quantidade, pode substituir a carne, porque contém gordura e o mesmo valor nutritivo. Por isto, pode fazer parte de uma refeição ou de um lanche. A gordura do abacate, por ser de origem vegetal, não aumenta o colesterol.

Sugestões:
1) caso sinta necessidade de adoçar, dê preferência ao mel e ao melado de cana. Não use açúcar branco. Mas, se não suportar, utilize o orgânico ou mascavo e vá diminuindo até se acostumar a não precisar adoçar.
2) Deve-se cortá-lo ao meio no sentido do comprimento. Depois, passe um pouco de limão para impedir o escurecimento da polpa, antes de guardá-lo na geladeira ou de usá-lo.
A vitamina C, contida no limão, impede a formação de radicais livres, conservando sua cor natural.


O ABACATE É RICO EM VITAMINAS
A polpa contém:
*Vitamina A, que é necessária para manter a boa visão; é anti cancerígena e combate os radicais livres.
As vitaminas do complexo B facilitam o metabolismo normal dos carboidratos.
*Vitamina B1, ou tiamina, protege contra a síndrome da morte súbita, controla a diabetes e é útil no tratamento de herpes.
*Vitamina B2 (riboflavina) é essencial para a produção de energia do organismo e auxilia a formação da glutationa.
*Vitamina C aumenta a imunidade contra infecções, reduz o colesterol e combate a infertilidade, tendo também ação anticancerígena.
*Vitamina E protege contra doenças cardiovasculares, estimula o sistema imunológico, protegendo contra doenças da pele e fortalecimento das unhas. Combate os radicais livres, servindo como antioxidante. É conhecida, também, como a vitamina da beleza.
Gordura monoinsaturada
* É a mesma do azeite de Oliva, que contém ácido oléico, seu principal componente e que defende as artérias da gordura oxidante do mau colesterol – LDL – tendo efeito destruidor sobre elas.
Sais minerais
* Fósforo - junto ao cálcio - contribui para a mineralização dos neurônios, melhorando o raciocínio. Fortalece os ossos, combatendo a osteoporose.
* Ferro: indispensável na formação do sangue - combate a anemia - atuando como veiculador do oxigênio para todo o organismo.
* Magnésio: é essencial à vida, ajudando no metabolismo da glicose e nutrindo os nervos e o cérebro; atua na formação dos tecidos, ossos e dentes; ajuda a metabolizar os carboidratos; controla a excitabilidade neuromuscular. Combate a extrema sensibilidade ao frio e ao calor.
* Potássio: age associado ao sódio, regularizando as batidas do coração e o sistema muscular; contribui para a formação das células.
*Cálcio: atua na formação de tecidos, ossos e dentes; age na coagulação do sangue e na oxigenação dos tecidos; combate as infecções e mantém o equilíbrio de ferro no organismo.
* Fósforo: é indispensável para o sistema nervoso e o sistema muscular; junto com o cálcio e a vitamina D, atua na formação de ossos e dentes, combate o raquitismo, a ocorrência de fraturas; evita músculos atrofiados; alterações nervosas e contribui para a mineralização dos neurônios, melhorando o raciocínio.
Dilata os vasos sanguíneos
* Possui relevante valor energético devido às gorduras responsáveis pelo aumento do bom colesterol, - HDL. Tem efeito protetor das artérias e, por consequência, sobre a saúde cardiovascular, ao contrário do LDL - o mau colesterol.
* Possui glutationa, antiradical livre, que protege o nosso organismo de agentes cancerígenos.
* Suas substâncias ativas, testerol e lecitina, o tornam eficaz no tratamento das artroses, reumatismo e gota, eliminando as dores reumáticas, a partir da extração de um excelente azeite obtido da fruta. É anti-inflamatório.
* Auxilia na desintoxicação do fígado.
* Diabetes: para as pessoas que sofrem deste mal, é aconselhável comer a polpa durante quinze dias.
* Afrodisíaco: atribui-se à polpa do abacate uma capacidade afrodisíaca.


RECEITA CULINÁRIA


Sugestões
O abacate deve ser servido cru – pois, quando cozido, ele se torna amargo.
1) Fica delicioso, quando servido com camarões ou lagostas, também, quando se introduz camarões médios em uma das metades do fruto.
2) Pode ser cortado em cubinhos e acrescentá-lo em saladas. Fatiados, em pratos quentes: coloca-se no molho de tomate, com os condimentos a gosto, sobre peito de frango, filé de peixe grelhados, camarões ou lagostas.
3) Maionese de abacate - mais saudável do que as industrializadas ou como substitutas da manteiga e das margarinas.
Preparo: amasse a polpa, dissolva com azeite de oliva e iogurte natural desnatado. Coloque uma pitada de sal.

Como sobremesa: a polpa do abacate pode ser passada no liquidificador, para fazer um creme misturado com leite puro, com açúcar ou mel; pode também ser batido com condensado. Neste caso, não utilizar açúcar.

RECEITA DE CREMES AMACIANTES


*Para face e mãos
Polpa madura, mel de abelha. Amasse, faça uma massa cremosa (1/4 da polpa, 1 colher de sopa de mel de abelha). Aplique e deixe cerca de 30 a 40 minutos. Retire com água fria. Use pelo menos duas vezes por semana.
* Para cabelos
Polpa madura e uma colher de azeite de oliva e mel. Amasse e passe no couro cabeludo e nos cabelos utilizando um pente, para espalhar o creme, mecha por mecha, até as pontas.

PROPRIEDADES DO CAROÇO
* Afrodisíaco – o caroço também pode ser utilizado como um excelente afrodisíaco: aumenta a libido.
Preparo – Depois de esmagá-lo, adicione vinho branco. Coloque em um recipiente de vidro escuro e protegido da luz e deixe a infusão, no mínimo, por 20 dias – não pode ser por menos tempo. Agite o recipiente algumas vezes, diariamente. Depois deste período, tome um cálice uma vez ao dia.
Em forma de Chá
* Elimina a diarreia, a tênia e outros vermes intestinais:
Utilize o caroço, tostado e moído bem fino até virar pó e coloque duas colheres de café em uma xícara de água morna e tome três vezes ao dia.
* Elimina a caspa
O Chá utilizado diretamente no couro cabeludo elimina a caspa, fortalece os cabelos e combate a calvície.
O caroço também pode ser consumido fresco, podendo ficar na geladeira por algum tempo, sem estragar.

PROPRIEDADE DAS FOLHAS
Uso externo
* Para tratar nevralgia, ou cefaléia (dor de cabeça) - Esquente um pouco d’água e coloque algumas folhas secas. Quando a mistura estiver morna, coloque sobre a cabeça, em forma de compressa, várias vezes ao dia, enquanto precisar.

Uso interno
A folha do abacateiro pode ser usada verde ou seca para fazer chá.
* Como Diurético: o chá é utilizado como diurético para eliminar cálculos renais
* Como antiflatulento: elimina a formação de gases intestinais;
* Fígado: ajuda a vesícula a liberar a bile, melhorando a digestão das gorduras. Se o fígado estiver saturado de gordura e tóxicos, e se você não sofre de problema com pressão arterial, tome três goles do chá de folhas secas, de hora em hora, durante todo o dia, por 15 dias.

* Diabetes: o chá de folhas secas serve especialmente aos diabéticos.
Como utilizar: tomar uma xícara de chá de folhas secas, sem açúcar, após as refeições.

* Cansaço físico: Tome duas xícaras de chá das folhas secas, com algumas gotas de limão e uma colher de mel.

* Para emagrecer: por melhorar a digestão das gorduras, tomando três xícaras ao dia, ajuda nas dietas de emagrecimento. Não se deve aumentar as dosagens.

*Emenagogos - menstruação: provoca ou restabelece a menstruação).

*Gengivas e dentes: fortalece as gengivas e dentes, é só mastigar suas folhas.

*Afecções da garganta: gargarejar com chá das folhas.

Cuidados com o consumo do chá
1) Se você tiver problemas de palpitação, utilize sempre as folhas secas. As verdes costumam provocar palpitações cardíacas.
2) As pessoas que tiverem problema com a pressão arterial devem evitar tomar grandes quantidades diárias do chá, ou seja, mais de 3 xícaras por dia. Por ser diurético, pode reduzir muito a pressão arterial.
3) O aconselhável é tomar pela manhã e no máximo até às 17 horas. Evite ingerir no início da noite, para evitar o desconforto de ter que levantar da cama pra ir ao banheiro.

AS FOLHAS MAIS O CAROÇO

*Dores de cabeça, reumáticas e contusões.

Uso tópico

A mistura da folha e do caroço picados combate dores de cabeça, reumáticas e contusões.
Preparo: 1 colher de folha picada, outra de semente ralada, 1 xícara de álcool de cereais a 60%, 1 pedra de cânfora; aplicar nas partes doloridas com chumaço de algodão. Esta infusão não deve ser bebida; é para uso tópico no local afetado, por um período de 5 dias.

PROPRIEDADES DAS CASCAS
As cascas do abacate são ricas em fitonutrientes - elementos que contêm magnésio e vitamina B6 - combatem os radicais livres; possui fibras, que auxiliam na saciedade e ajudam a acelerar o metabolismo, queimando as gorduras. Também é utilizado pra curar verminoses.
Preparo: lavar e moer bem a casca de abacate e misturar, em partes iguais, com casca de limão ralado; acrescentar mel e tomar, em jejum, uma colher das de sopa.

NOTA DO SITE
Todas as dicas de beleza e de saúde, que impliquem em ingerir soluções, chás e utilizar cremes, ainda que fitoterápicos, merecem cuidados. O uso errado pode provocar envenenamento, alergias, etc.
As informações contidas nesta matéria são oriundas de pesquisa em diversos sites. Foram divulgadas somente os dados que obtiveram identidade entre eles.
Todavia, não deixe de consultar seu médico.

OBSERVAÇÕES

1) É aconselhável dar preferência a frutas e legumes orgânicos, por não utilizarem agrotóxicos; caso não seja possível, compre em feiras ou hortifrutigranjeiros. Escolha os mamões maiores. Dê umas sacudidas nele para perceber se o caroço está preso.
O uso do suco de limão deve ser utilizado, também, na banana e na maçã para evitar o escurecimento pela oxidação.

2) Não guarde os abacates verdes na geladeira. Ele deve ficar em lugar arejado. Deste modo a fruta amadurecerá naturalmente em poucos dias.

3) O Abacate é da família das Lauráceas, nativa da América Central. Seu nome científico é Persea gratissima Gaert.

4) É originário do México e América Central, sendo que o México é o maior produtor.

5) O abacateiro chegou ao Brasil em 1809.
A sua colheita é possível durante o ano todo. Porém, o máximo de produção ocorre nos meses de março e abril.

O abacate só começa a amadurecer depois de colhido e fica maduro em poucos dias. Por isto, não há necessidade de comprar apenas os que já estão maduros.







TEXTO (02)

Conheça os benefícios do abacate
A fruta combate o colesterol ruim, protege o coração e ao contrário do que muita gente pensa, pode ajudar a emagrecer.

Escolha da fruta
Nos tipos manteiga e margarida, prefira o abacate maior, isto indica que ele foi colhido na hora certa. A casca deve ser firme e sem manchas e para saber se a fruta está madura, aperte levemente, bem próximo ao cabinho. No ponto de consumo a textura é mais macia. “Conforme o fruto vai amadurecendo, a casca já vai ficando amarela”, explica Joaquim Oscar Alvarenga, engenheiro agrônomo.
Já o tipo menor, o avocado “quando está numa coloração mais escura, está bem macio, então se amadurecer mais não é bom levar pra casa”, lembra o agrónomo.
Para acelerar o amadurecimento embrulhe o abacate num papel. “De três a quatro dias ele já está no ponto de consumo. Quanto mais elevada a temperatura, mais rápido o amadurecimento das frutas”.


Conservação
Inteiro e um pouco maduro, o abacate pode ser guardado na geladeira por até três semanas. Caso já tenha partido a fruta, alguns truques ajudam na conservação. Um deles é guardar a metade com o caroço. “O caroço só previne a oxidação da área interna que está em contato com ele. A parte de fora fica propícia a oxidação, por isso uma dica é passar um pouquinho de manteiga nessa parte. Assim, ele só pode ficar na geladeira de um dia para o outro. No momento de servir, retire o excesso de manteiga com o papel toalha. Se preferir, cubra com uma camada grossa de farinha de rosca, ao invés da manteiga”, explica Carol Haddad, chefe de cozinha.

Consumo
Além de vitaminas o abacate pode virar sobremesa. Faça cremes misturando frutas, como abacate com maça, morango e iogurte natural. Vira um picolé irresistível até para as crianças. Bata no liquidificador, coloque em forminhas e leve para o congelador.
Receita de Guacamole (serve três pessoas)

Ingredientes:
- meio abacate grande
- um tomate grande picado
- meia cebola roxa pequena picada
- três dentes de alho picado
- uma xícara de vinagre
- suco de um limão
- molho de pimenta ou pimenta dedo de moça a gosto
O limão não deixa o abacate escurecer por mais ou menos duas horas.

Modo de preparo:
Misture todos os ingredientes e bata rapidamente no liquidificador.
Sirva com torrada, saladas ou batatas assadas.

Benefícios
O ideal é comer só ¼ da fruta por semana, cerca de 100 gramas, que contém 162 calorias.
- diminuir o risco de doenças do coração: por ser rico em gordura monoinsaturada, o abacate ajuda a combater o colesterol ruim (LDL), que pode entupir as artérias. Ao mesmo tempo, a fruta mantém bons os níveis do colesterol bom (HDL).
- ajuda a emagrecer: suas fibras solúveis impedem a absorção de gordura e de colesterol ruim de outros alimentos.
- previne o envelhecimento: tem substâncias anti-oxidantes;
- previne e ameniza a celulite: tem função anti-inflamatória. A celulite é uma inflação do tecido de gordura. Da mesma forma a acne, que é uma inflação dos poros da pele.

Fonte: pesquisa em diversos sites
Lou Micaldas
E Edição do Jornal Hoje do dia 02/09/2010



"A arte de não adoecer"


Se não quiser adoecer - "Fale de seus sentimentos"

Emoções e sentimentos que são escondidos, reprimidos, acabam em doenças como: gastrite, úlcera, dores lombares, dor na coluna. Com o tempo a repressão dos sentimentos degenera até em câncer. Então vamos desabafar confidenciar, partilhar nossa intimidade, nossos segredos, nossos pecados. O diálogo, a fala, a palavra, é um poderoso remédio e excelente terapia.

Se não quiser adoecer - "Tome decisão"

A pessoa indecisa permanece na dúvida, na ansiedade, na angústia. A indecisão acumula problemas, preocupações, agressões. A história humana é feita de decisões. Para decidir é preciso saber renunciar, saber perder vantagem e valores para ganhar outros. As pessoas indecisas são vítimas de doenças nervosas, gástricas e problemas de pele.

Se não quiser adoecer - "Busque soluções"

Pessoas negativas não enxergam soluções e aumentam os problemas. Preferem a lamentação, a murmuração, o pessimismo. Melhor é acender o fósforo que lamentar a escuridão. Pequena é a abelha, mas produz o que de mais doce existe. Somos o que pensamos. O pensamento negativo gera energia negativa que se transforma em doença.

Se não quiser adoecer - "Não viva de aparências"

Quem esconde a realidade finge, faz pose, quer sempre dar a impressão que está bem, quer mostrar-se perfeito, bonzinho etc., está acumulando toneladas de peso... uma estátua de bronze, mas com pés de barro. Nada pior para a saúde que viver de aparências e fachadas. São pessoas com muito verniz e pouca raiz. Seu destino é a farmácia, o hospital, a dor.

Se não quiser adoecer - "Aceite-se"

A rejeição de si próprio, a ausência de autoestima, faz com que sejamos algozes de nós mesmos. Ser eu mesmo é o núcleo de uma vida saudável. Os que não se aceitam são invejosos, ciumentos, imitadores, competitivos, destruidores. Aceitar-se, aceitar ser aceito, aceitar as críticas, é sabedoria, bom senso e terapia.

Se não quiser adoecer - "Confie"

Quem não confia, não se comunica, não se abre, não se relaciona, não cria liames profundos, não sabe fazer amizades verdadeiras. Sem confiança, não há relacionamento. A desconfiança é falta de fé em si, nos outros e em Deus.

Se não quiser adoecer - "Não viva sempre triste"

O bom humor, a risada, o lazer, a alegria, recuperam a saúde e trazem vida longa. A pessoa alegre tem o dom de alegrar o ambiente em que vive. "O bom humor nos salva das mãos do doutor". Alegria é saúde e terapia.

Dr. Dráuzio Varella

London - Julho de 2004

London - Julho de 2004

MEIO TUDO

"Li uma pequena mensagem outro dia que me fez refletir bastante a respeito das atitudes de muitas pessoas, as atitudes “meio tudo”. Afinal de contas, o que é “meio tudo”? São pessoas que nunca se comprometem 100% com alguma coisa ou sempre se colocam com uma postura de receio. Esse cenário é muito mais comum do que se pode imaginar, pode ter certeza disso. Eis a mensagem inspiradora que li… Não deixe portas entreabertas. Escancare-as ou as bata de uma vez. Porque por meias entradas entram meias felicidades".
Flora Figueiredo
Um dos cenários mais comuns onde se vê atitudes “meio tudo” está no campo dos relacionamentos, principalmente para os homens. Existem muitos homens que simplesmente retiram do seu vocabulário a palavra “compromisso”, fogem dessa palavra como um gato foge da água fria. Essa cena clássica pode ser resumida em uma palavra, MEDO. Medo do compromisso com uma garota. A grande maioria desses homens tem uma autoestima tão baixa que sabem que não conseguirão encantar e fascinar uma única garota por muito tempo, com isso, usam o caminho do “meio tudo” para xavecar com muitas garotas, querem aprender truques e mais truques para conquistar garotas, mas fica tudo na superficialidade, conquistam usando esses truques e depois de alguns minutos ou dias acontece algo muito simples, mas que praticamente todos esses caras não percebem. As garotas com que saem vão perdendo o interesse por eles naturalmente. Eles ligam e elas não atendem o celular, ou atendem e inventam desculpas esfarrapadas para não saírem com eles (o que concordo plenamente). Elas fazem isso para se livrarem de entrar em “barcos furados” e se arrependerem depois. Tudo isso é simplesmente resultado de uma atitude “meio tudo”. A maior parte das mulheres têm uma espécie de “sexto sentido” e percebem facilmente quando alguém está usando uma máscara, ou está só na base de truques baratos. O resumo dessa história é que esses caras ficam com uma, duas, três, dez, vinte mulheres, mas continuam sempre infelizes, porque ao invés de se entregarem por completo a alguém e com sinceridade, se usam de máscaras e truques que só levam a mais infelicidade. Essa é a dica que dou para os homens. Não queiram conquistar garotas usando truques! Isso nunca vai dar certo! Só se pode conquistar uma garota verdadeiramente e com todas as letras sendo você mesmo, sem máscaras, sem subterfúgios. A felicidade é um dos temas mais discutidos desde que o mundo é mundo. Mas o que eu digo é simples. A felicidade com certeza vem com muito mais facilidade para as pessoas que são sinceras e que não tem medo de ser quem são. Posso falar isso por mim mesmo. Quando eu era garoto tinha um enorme complexo de inferioridade, achava que os outros eram melhores do que eu, mais capazes do que eu, mais bonitos do que eu, etc. O resultado disso tudo é que eu não me sentia plenamente feliz. O que eu fiz foi uma reflexão profunda sobre a minha pessoa e fui vendo o que eu tinha de bom e de ruim, e fui me trabalhando. Tentando reforçar o que tinha de bom e eliminar pouco a pouco o que tinha de ruim. Sempre com muita sinceridade em relação a todos os meus sentimentos. E também aprendi a viver o hoje. Sempre falo nos meus textos que o hoje é a única coisa que existe, e é mesmo. Depois que mudei a minha filosofia de vida a felicidade bateu na minha porta e entrou pra ficar. Fiz comigo o que essa mensagem sugere, abri as portas da minha vida por completo, não deixei minhas portas entreabertas, assim posso afirmar que tudo na minha vida mudou. Essa é a grande mensagem que quero deixar hoje. Não vamos deixar as nossas portas entreabertas e eliminemos da nossa vida as atitudes “meio tudo”, atitudes “meio tudo” são para pessoas “meio tudo”. Vamos fazer parte do time das pessoas plenas e conscientes.
Por Isaias Costa

DEFINIÇÕES

"Deficiente" é aquele que não consegue modificar sua vida, aceitando as imposições de outras pessoas ou da sociedade em que vive, sem ter consciência de que é dono do seu destino.
"Louco" é quem não procura ser feliz com o que possui.
"Cego" é aquele que não vê seu próximo morrer de frio, de fome, de miséria. E só tem olhos para seus míseros problemas e pequenas dores.
"Surdo" é aquele que não tem tempo de ouvir um desabafo de um amigo, ou o apelo de um irmão. Pois está sempre apressado para o trabalho e quer garantir seus tostões no fim do mês.
"Mudo" é aquele que não consegue falar o que sente e se esconde por trás da máscara da hipocrisia.
"Paralítico" é quem não consegue andar na direção daqueles que precisam de sua ajuda.
"Diabético" é quem não consegue ser doce.
"Anão" é quem não sabe deixar o amor crescer.
E, finalmente, a pior das deficiências é ser miserável, pois "Miseráveis" são todos que não conseguem falar com Deus.

Acredite na vida!

Acreditar que a nossa vida não é melhor ou pior do que a de ninguém. Nunca sentir-se maior ou menor, mas igual. Fazer o bem sem olhar à quem e não esperar nada em troca, é uma maneira de encontrar a felicidade.

Procurar sorrir sempre, mesmo diante das dificuldades e não se envergonhar das lágrimas, diante da necessidade, é outra maneira de irmos ao encontro dela. Ser humilde, prestar favores sem recompensas, abrir as mãos e oferecer ajuda, é uma maneira de buscar a felicidade.


Chorar e sofrer, mas lutar e procurar vencer, sem deixar o cansaço te derrotar, nem o desânimo ou o preconceito te dominar, é uma maneira de ganhar a felicidade. Aprender à defender seus ideais e a amar seus semelhantes, à conquistar seus amigos pelo que é e não pelo que queiram que seja, é mais uma maneira de abraçar a felicidade.


Saber ganhar e saber perder, é uma rara conquista, mas você consegue. Tenha fé, acredite em Deus!!! Viva cada momento de sua vida como se fosse o último. Faça de sua vida uma conquista de vitórias, uma virtude e aproveite tudo o que ela te der como oportunidade. Mesmo sofrendo, sofra amando. Pois é através do amor que você encontrará as chaves para abrir as portas da felicidade...

"AME A DEUS SOBRE TODAS AS COISAS E AO TEU PRÓXIMO COMO A TI MESMO"



XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX


xxxxxxxx

xxxxxxxx

Case-se

CASE-SE COM ALGUÉM QUE…

Case-se com alguém que te aceite exatamente do jeito que você é, alguém que te respeite e te ame mesmo cheio de defeitos, alguém que se mantenha calmo enquanto está estressado e que te escute quando ninguém mais parece ouvi-lo.
Escolha alguém que te acompanhe no jogo de futebol e alguém que deixaria o precioso jogo de domingo por um tempo a mais com você.
Escolha um homem que vai acha-la linda quando você acordar com a cara toda amassada e o cabelo todo despenteado e aquela que vai encarar com um sorriso suas crises de mau humor pela manhã.
Alguém que evitará que as lágrimas escorram pelo seu rosto mas que quando não puder evita-las que te ofereça o ombro pra você chorar.
Escolha alguém que saiba Sorrir de você, com você e por você.
Alguém que depois de te fazer raiva te faça cócegas até você começar a soluçar de tanto rir.
Aquele ou aquela que vai virar criança com você, que vai correr atrás de você no meio da rua, que vai dançar com você sem música, que vai virar palhaço, fazer guerra de travesseiro, bagunçar o seu cabelo mesmo sabendo que você odeia, que vai te fazer cafuné e dizer coisas sem sentido só pra não te ver triste.


Case-se com alguém cheio de defeitos, irritante que seja, mas desconfie dos perfeitinhos que não se despenteiam. Fuja de quem conta pequenas mentiras durante o dia. Observe o caráter, antes de perceber as caspas.
Case-se com alguém por quem tenha tesão. Principalmente tesão de vida. Alguém que não lhe peça para melhorar, que não o critique gratuitamente, alguém que simplesmente seja tão gracioso e admirável que impregne em você a vontade de ser melhor e maior, para si mesmo.
Para se casar, bastam pequenas habilidades. Certifique-se de que um dos dois sabe cumpri-las. É preciso ter quem troque lâmpadas e quem siga uma receita sem atear fogo na cozinha; é preciso ter alguém que saiba fazer massagem nos pés e alguém que saiba escolher verduras no mercado.
E assim segue-se: um faz bolinho de chuva, o outro escolhe bons filmes; um pendura o quadro e o outro cuida para que não fique torto. Tem aquele que escolhe os presentes para as festas de criança e aquele que sabe furar uma parede, e só a parede por ora. Essa é uma das grandes graças da coisa toda, ter uma boa equipe de dois.
Passamos tanto tempo observando se nos encaixamos na cama, se sentimos estalinhos no beijo, se nossos signos se complementam no zodíaco, que deixamos de prestar atenção no que realmente importa; os valores.
Essa palavra antiga e, hoje assustadora, nunca deveria sair de moda. Os lábios se buscam, os corpos encontram espaços, mas quando duas pessoas olham em direções diferentes, simplesmente não podem caminhar juntas. É duro, mas é a verdade. Sabendo que caminho quer trilhar, relaxe!
A pessoa certa para casar certamente já o anda trilhando. Como reconhecê-la?
Vocês estarão rindo. Rindo-se.
Curta mais o seu amor.